26 de julho de 2017

DESISTA E VOE



Muitas vezes precisamos desistir para que a vida possa fluir mais leve. 


Desistir de crenças, de histórias que contamos e recontamos a nós mesmos, desistir de papéis, de relações. 

E isso vai acontecendo naturalmente, como o casulo que precisa ser abandonado para que a borboleta possa voar.

A hora é essa: voe!


Tatiane Guedes

Nenhum comentário:

Você poderá gostar de...