24 de janeiro de 2017

"Vence quem passa por essa vida rindo. E se o preço que se paga por ser um pouco feliz é ser um pouco idiota, dane-se."


Veja - eu não vou desistir de você.
Mas também não vou te obrigar a ficar.
Vou entrar na onda de ser moderninha.
Independente. Fria.
Mas será tudo mentira minha.

Eu te engoli e você é tão grande pra mim que eu dedico cada segundo do meu dia em te digerir.

"Entre idas e vindas me resumo feliz. Entre altos e baixos me resumo equilibrada. Sendo assim, tá na cara e não tem pane: ando meio mal mas vou sair dessa."

Eu sei que você vai se despedir para sempre mais uma vez, e por menos que deseje, eu espero que não volte, não me traga de novo esses sorrisos sinceros que só tenho quando meu coração bate em conjunto com o seu, eu me saio melhor forjando alegria. não volte, não jogue na minha cara que eu não sou capaz de ter você. eu quero que você saiba que é um pouco difícil esperar cada vinda, esperar cada volta, esperar cada momento em que posso te observar em silêncio, ver e não ter.

"Vence quem passa por essa vida rindo. E se o preço que se paga por ser um pouco feliz é ser um pouco idiota, dane-se."

E eu te olhei tantas vezes implorando.
Não morre, por favor. seja ele, seja o homem que perde um segundo de ar quando me vê...

Mas você não pode, não, eu sei que dá vontade, mas não dá pra ligar pro desgraçado e dizer: ei, tô aqui, vamos parar com essa estupidez e vir logo resolver meu problema?
Sabe aquela escorregada que você precisa dar pra aprender a levantar?
Então, é disso que estou falando.

Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Você poderá gostar de...